O Prof. Sérgio Médici de Eston, professor titular e coordenador do Laboratório de Controle Ambiental, Higiene e Segurança na Mineração do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – LACASEMIN/PMI/EPUSP é o representante autorizado para realizar o programa G-MIRM no Brasil.

Clique aqui e veja o currículo completo.

Institucional


A sigla G-MIRM representa um projeto denominado Global Minerals Industry Risk Management Gerenciamento de Risco na Indústria Mineral Global), liderado pelo professor Jim Joy, da universidade de Queensland (Austrália). Esse projeto envolve diversas universidades do mundo, no Brasil, a representante é a Universidade de São Paulo, que através do LACASEMIN (Laboratório de Controle Ambiental, Higiene e Segurança na Mineração) do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Escola Politécnica - PMI/EPUSP ministra os cursos.

O G-MIRM no Brasil é produto de uma parceria iniciada pela empresa de mineração multinacional Anglo American, que reconheceu a necessidade de mudar seu desempenho em segurança. Em função disso, em 2007, a CEO (chief executive officer - diretora executiva) da empresa, Cynthia Carroll, reuniu 120 de seus principais executivos para reexaminar a abordagem de segurança em 2007. (Conheça a história em http://hbrbr.uol.com.br/). Foi desenvolvido, junto com o professor Jim Joy, o conteúdo para o programa de um curso de gerenciamento de risco de segurança na mineração, envolvendo aspectos de treinamento e de educação.

Em fevereiro de 2008, o professor Jim Joy ministrou o piloto de cursos chamado A3 na África do Sul, e através de um convite feito ao LACASEMIN por Bruno Pelli, ex-aluno de graduação, e Juliana Rehfeld, ex-aluna de pós-graduação, que ocupavam cargos na Anglo American associados a esse projeto, participaram desse encontro o Profº Sérgio Médici de Eston e Vicente Tucci Filho.

Nessa oportunidade do curso piloto na África do Sul, ficou decidido que a USP seria a sede dos treinamentos dos cursos A3 para funcionários da Anglo American no Brasil e que outras universidades sediariam os treinamentos em seus respectivos países.

Em junho de 2008 o professor Jim Joy esteve na USP ministrando um curso de A3 para selecionar os instrutores que o representariam nos cursos a serem replicados para as unidades da Anglo American no Brasil. Foram selecionados Alessandra Isabella Martins, Mario Luiz Fantazzini, Guglielmo Taralli e Sérgio Médici de Eston.

Em novembro de 2008 essa equipe iniciou formalmente a replicação do treinamento A3 para 25 turmas de funcionários com cargos de gerência e/ou de nível superior da empresa Anglo American no Brasil, para cerca de 600 pessoas de diferentes unidades produtivas, tais como São Paulo, Cubatão, Catalão, Niquelândia e Barro Alto. Pouco tempo depois, com a aquisição pela Anglo American de unidades associadas ao minério de ferro, foram incluídas as unidades do Amapá e do chamado “Sistema Minas-Rio”.

Desde 2008 o Prof. Sérgio Médici de Eston e sua equipe de professores, já realizou o programa G-MIRM para mais de 2.300 colaboradores das empresas Anglo American Brasil, Queiróz Galvão Óleo e Gás e Yamana Gold.

O produto final mais importante desse curso é que todos os participantes saem com um plano de ação para melhorar suas práticas de segurança e, com isto, obtém a possibilidade de alcançar um estágio superior na jornada de maturidade da empresa.


Foto na página do Minerals Industry Safety and Heath Centre - MISCH de Queesland, AU com uma turma realizada para a Anglo American
http://www.mishc.uq.edu.au/